Pesquisa investiga os motivos por que homens e mulheres são infiéis

Palavras-chave: violência, sociedade, igrejas, mulher, cristianismo. O espaço doméstico também é palco da violência específica contra as mulheres, que, embora também sejam vítimas de diferentes tipos de violência, apresentam maior chance de sofrerem violência dentro do próprio lar, sendo esta praticada, na maioria das vezes, por pessoas próximasde sua convivência cepal As estatísticas revelam que a América Latina e o Caribe contabilizam os maiores índices de violência contra as mulheres no mundo. Um relatório da onu Mulheres de destaca que, a América Latina é considerada o local mais perigoso do mundo para as mulheres, fora de uma zona de guerra. Quase desmaiei de tristeza! As sentinelas me encontraram enquanto faziam a ronda na cidade.

Mulheres que 499099

Papo de Homem

Por quê? O que faltou? Em cata de respostas, Mirian realizou uma pesquisa com 1. Mas segue a pergunta: por quê? Mas a pesquisadora vai além da figura do homem que se julga poligâmico por natureza embora ele exista, como mostra o estudo e detalha outras razões que levam à infidelidade, sinalizando mudanças de costumes: mulheres alegando falta de intimidade com o marido e o desejo de se sentirem desejadas, e homens justificando a infidelidade por conta de desequilíbrio no casamento, ou sofrendo por serem traídos. Quem trai tem que lidar com aquele que escolheu para viver. A parte da lista iniciada por falta de tem 25 variantes, de intimidade a romance. Poligâmicos X monogâmicos Na pesquisa, despontaram dois grupos de homens: os poligâmicos, que criticam a hipocrisia da sociedade por tentar regular a natureza masculina, e os monogâmicos, para quem a fidelidade é uma necessidade amorosa. Isso lhe surpreendeu?

Leave a Reply

Your email address will not be published.*